UÉ presente na 25ª Conferência das Nações Unidas sobre alterações climáticas

O Instituto Ciências da Terra (ICT) e o Projeto CILIFO marcaram presença na 25ª Conferência das Nações Unidas sobre as alterações climáticas. Ana Lourido e Flávio Couto, da Universidade de Évora (UÉ), participaram na mesa redonda “Cooperação, Governança e Inovação na Luta e Prevenção dos Incêndios Florestais”, que se realizou em Madrid no passado dia 11 de dezembro. 

No âmbito da COP25 debateram-se, entre outros temas, as boas práticas de combate ao incêndio e a boa gestão do uso da água. Este tópico esteve em análise em quatro mesas redondas, sendo que a primeira "Cooperação, Governança e Inovação no Combate e Prevenção de Incêndios Florestais" contou com a participação de Ana Lourido e Flávio Couto, membros da equipa do projeto CILIFO - Centro Ibérico para a luta contra os incêndios florestais. Recorde-se que o projeto CILIFO é um projeto piloto de cooperação transfronteiriça Espanha-Portugal, cujo objetivo é ser um centro para promover, treinar e cooperar em inovação no campo da prevenção e do combate a incêndios florestais. O projeto CILIFO possui o maior orçamento em matéria de incêndios (25 milhões de euros) financiado pelo Programa de Cooperação Transfronteiriça INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020. A importância do projeto CILIFO, a investigação em curso nas várias áreas e a formação das forças de combate aos incêndios foram os temas abordados na intervenção realizada.

À medida que a emergência climática se intensifica e as emissões de gases de efeito de estufa continuam a crescer, as Nações Unidas pretendem decidir quais as medidas que se seguem com o objetivo de combater esta ameaça. Neste sentido, a conferência foi projetada para dar os próximos passos cruciais no processo de mudança climática da ONU. Após um acordo sobre as diretrizes de implementação do Acordo de Paris na COP24 na Polónia no ano passado, o principal objetivo da COP25 foi acertar detalhes da implementação do pacto climático desse acordo e concluir vários assuntos com relação à operacionalização total do Acordo de Paris sobre o clima. Recorde-se que neste Acordo de Paris todos os países acordaram aumentar os esforços para limitar o aquecimento global em 1.5ºC sobre os níveis de temperatura pré-industriais além de acelerar o financiamento da ação climática. A COP25 foi a última conferência realizada em 2019 e espera-se que os países submetam planos nacionais de ação climática atualizados para 2020.

A COP25 realizou-se sob a presidência do governo do Chile, mas com o apoio logístico do governo espanhol já que, em outubro, o Chile desistiu de receber o evento na sua capital devido à sua situação de instabilidade no país.

Publicado em 16.12.2019
Fonte: GabCom | UÉ