UÉ na 7ª Conferência de Alto Nível da Plataforma China-Europa para a Água

A 7ª Conferência de Alto Nível da Plataforma China-Europa para a Água decorreu de 6 a 9 de Novembro em Guimarães, uma organização conjunta do Ministério do Ambiente e da Acção Climática e da Universidade de Évora (UÉ), parceiros nacionais do Projeto Horizontal Activities financiado através do Partnership Instrumente da Plataforma China-Europa para a Água.

Foram várias as participações de investigadores do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM) da UÉ durante este evento que, a par do diálogo ministerial, integrou uma forte componente científica, palco da subscrição da Declaração de Guimarães da Plataforma China-Europa para a Água assinada pelo Ministro do Ambiente e Ação Climática de Portugal e pelo Ministro dos Recursos Hídricos da República Popular da China, entre outros Ministros e Secretários de Estado de outros estados membros da União Europeia. A Declaração de Guimarães menciona especificamente a necessidade de cooperação científica na área dos recursos hídricos entre a União Europeia e a China.

Durante os quatro dias desta Conferência para a água, decorrerem diversas actividades, às quais se juntaram a convite da Universidade de Évora a EDIA e o SMAS de Beja, para apresentar os seus projetos científicos realizados em cooperação com a Universidade. O workshop “Economia Circular”, organizado por Vasco Fitas da Cruz, Professor do Departamento de Engenharia Rural e investigador do ICAAM da UÉ, contou com a participação de Inês Costa, Secretária de Estado do Ambiente como oradora principal. Este workshop decorreu na Universidade do Minho no primeiro dia de trabalhos com moderação de Vasco Fitas da Cruz em conjunto com o Zhu Wei, Vice-Diretor Geral da Autoridade da Bacia de Taihu, em representação do Ministério dos Recursos Hídricos da China. No mesmo dia em que foi apresentado o projeto Europeu – AGIR (the Global Alliance for Resilience Initiative).

Dedicado à temática da Open Innovation no âmbito da conservação das águas rurais e urbanas, equipamento de monitorização de recursos hídricos e restauro ecológico, o workshop Technologies that Work, foi liderado por Soumodip Sarkar, professor do Departamento de Gestão e Vice-Reitor para o Empreendedorismo e Inovação da UÉ e por Shi Quichi, Diretora Geral do INTCE, Ministério dos Recursos Hídricos da China.

O alinhamento para uma estratégia sobre fundos Europeus (Horizonte Europa) e Chineses para a investigação, de modo a que fossem identificados projetos estruturais nas várias áreas focais da Plataforma China-Europa para a Água: Gestão de Água e Segurança Ecológica, Águas Urbanas, Águas Rurais e Água e Energia constituiu outro temas debatido pelo workshop moderado por João Eduardo Rabaça, Professor do Departamento de Biologia e também investigador do ICAAM da UÉ, bem como por Shi Quichi, Diretora Geral do INTCE, Ministério dos Recursos Hídricos da China.

A investigadora Ana Mendes, ponto de contacto em Portugal da área temática Gestão de Bacias Hidrográficas e Segurança Ecológica da Plataforma China-Europa para a Água, anunciou a abertura de uma linha de financiamento para atividades de cooperação entre a Europa e a China para assuntos emergentes de interesse mútuo relacionados com a água.

No último dia da Connferência, tempo ainda para uma visitas de estudo a infraestruturas hidráulicas e estação de tratamento de águas residuais das Águas do Norte do grupo Águas de Portugal.

Publicado em 15.11.2019
Fonte: Dep. Biologia