Parceiros do Desafio Pela Saúde assinam Acordo de Colaboração


 Os mais altos representantes das entidades que organizam em Portugal o Desafio Pela Saúde, iniciativa transfronteiriça que une Évora e Mérida (Extremadura e...spanhola) durante 24 horas, formalizaram através de assinatura, na passada sexta-feira, o Acordo de Colaboração, no qual se comprometem a dinamizar e a disponibilizar recursos para a boa execução do projeto.


 
 
Neste ato, durante o qual foi possível recordar, através de reportagem vídeo, alguns dos melhores momentos da edição do ano passado, o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, enalteceu os pressupostos do Desafio Pela Saúde, destacando o facto de ser uma iniciativa que ajuda a contrariar os mais recentes dados e que apontam Portugal como um dos países onde se pratica menos atividade física.

“Queremos que o desporto e os hábitos salutares de vida façam parte do nosso dia-a-dia e são iniciativas como esta que ajudam a enraizar esses princípios”, frisou o autarca, para quem as parcerias “são apostas inteligentes e a solução para muitos problemas”. Carlos Pinto de Sá salientou ainda que a cidade necessita de animação no espaço público.

A vice-presidente da edilidade e, simultaneamente vereadora do pelouro do desporto, Elia Mira, lembrou a passagem do 40º aniversário do 25 abril, destacando a este propósito o facto do Desafio Pela Saúde ser uma iniciativa “democrata, transversal a todos os grupos sociais e etários. Por outro lado, terá uma forte componente solidária e a promoção patrimonial também não é esquecida”, disse ainda.

Para a responsável pelo Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central (ACES), Teresa Caldas de Almeida, “a riqueza de intervenientes mostra que a saúde é uma área transversal às sociedades. Entidades governamentais e não-governamentais, entidades públicas e privadas, sociedade civil no geral, todos sentiram o dever de se juntar a esta causa, que é de todos e para todos”.

Sobre o Desafio Pela Saúde, que nos dias 4 e 5 de Abril une Évora e Mérida, Teresa Caldas de Almeida, destaca “as relações que se estabelecem e os laços que se criam, sobretudo o laço entre cada um de nós e a nossa própria saúde. É a consciência da autorresponsabilização.”

A Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares - Direção de Serviços Região Alentejo, outro dos parceiros da iniciativa, esteve representada pela sua diretora segundo a qual “o envolvimento da DGEstE-DSRAlentejo na iniciativa “Desafio Pela Saúde” é obrigatório. Cabe-nos o papel de em parcerias solidificar projetos, em torno da educação para a saúde, desporto e estilos de vida saudáveis, como parte integrante do processo educativo”.

“As escolas têm um lugar de destaque primordial na promoção da saúde, não só no processo de ensino e aprendizagem, mas também no contributo para a criação de condições ambientais e de relação, favorecedoras da saúde e bem-estar dos alunos e, consequentemente, do seu sucesso educativo e pessoal. A sua participação nalgumas das diversas atividades "non stop" realizadas em simultâneo nas duas cidades, Évora e Mérida, durante 24 horas, decerto contribuirá para que professores e alunos possam descobrir novos métodos, estratégias, formas de pensar e revitalizar a saúde em ambiente escolar”, disse ainda Maria Reina Martin.

O diretor da Direção Regional do Alentejo do Instituto Português do Desporto e Juventude, João Araújo, enalteceu o trabalho em parceria, afirmando que “desta forma é possível trabalhar mais e melhor. Estou certo que este evento volta a ser um sucesso, independentemente das condições atmosféricas, pois há um envolvimento em uníssono de uma grande série de parceiros o que garante o êxito do evento”.

Pelo mesmo diapasão alinhou José Ventura, vogal do Conselho de Administração do Hospital do Espírito Santo, para quem este evento demonstra claramente como devem trabalhar as instituições locais quando têm objetivos comuns. “Arrisco a desafiar os presentes a contatar mais parceiros para que na próxima edição sejamos muitos mais a assinar este Acordo de Colaboração”.

O Vice-reitor da Universidade de Évora, Manuel Cancela D’Abreu, manifestou satisfação pela presença da UE na organização de tão importante evento. “Aliás, nem poderia deixar de ser de outra forma, já que a área da saúde ganha cada vez mais força no seio da nossa instituição”. Por outro lado, o vice-reitor da Universidade de Évora salientou a “importância de eventos deste género, uma vez que a saúde. Melhor! Os problemas que afetam a nossa saúde combatem-se com a prevenção e este evento aposta claramente nisso: na prevenção e nos bons hábitos de vida”.

O Desafio Pela Saúde está a ser organizado pela Câmara Municipal de Évora, Hospital do Espírito Santo, Universidade de Évora, Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central, Instituto Português do Desporto e Juventude, Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares – Direção de Serviços Região Alentejo e CCDR Alentejo, com o apoio institucional do Euroace (Centro Alentejo/Extremadura).

Publicado em 31.03.2014