Notícias

Miguel B. Araújo, investigador do CIBIO-INBIO, Universidade de Évora, foi galardoado com o prémio Ernst Haeckel 2019, atribuído pela Federação Ecológica Europeia (EEF).

Publicado em 13.11.2018

O estudo e a compreensão da Idade Média foi o mote do I Congresso Internacional de Jovens Investigadores em Idade Média (CIJIIM) organizado pelo CIDEHUS, que decorreu de 8 a 10 de novembro na Universidade de Évora (UÉ).

Publicado em 13.11.2018

Coincidindo com o dia internacional da Bolota, a Universidade de Évora (UÉ) acolheu, no dia 10 de novembro, a 2ª Conferência Ibérica sobre a bolota, juntando técnicos e investigadores em torno deste produto natural numa perspetiva histórica, ambiental, económica, nutricional e sociocultural.

Publicado em 13.11.2018

A Universidade de Évora (UÉ) recebeu nos dias 8 e 9 de novembro, as Jornadas de Divulgação do Projeto de Cooperação Transfronteiriça PRODEHESA-MONTADO, com o duplo objetivo de mostrar os avanços na luta contra o declínio da azinheira e do sobreiro (Phytophthora cinnamomi) e promover boas práticas de gestão dos montados.

Publicado em 13.11.2018
Concurso de projectos I&D (AVISO Nº2/SAICT/2017)
Publicado em 12.11.2018

A Universidade de Évora (UÉ) e a Cidade de Macau estão a desenvolver um novo sistema de tradução automático chinês-português. Previsto para o próximo ano, a infraestrutura tecnológica do projeto ficará em Évora num investimento a rondar um milhão de euros.

Publicado em 08.11.2018

O Hub4Agri foi apresentado no dia 15 de Outubro, na sede da Confederação Nacional das Cooperativas Agrícolas de Portugal (Confagri), em Lisboa, com a participaçação da Universidade de Évora (UÉ).

Publicado em 07.11.2018

Teve lugar na Universidade de Évora, no dia 1 de novembro, a habitual sessão solene que marca o início do ano letivo, a data representa um dos momentos mais relevantes do ano para a Universidade, reunindo toda Academia no Colégio do Espírito Santo (CES).

Publicado em 01.11.2018
A Universidade de Évora e a REN – Redes Energéticas Nacionais estão a criar “ilhas de biodiversidade”, debaixo de postes de linhas de transporte de energia, para que funcionem como refúgios para pequenos animais.

A iniciativa, revelou hoje a REN, resulta de um protocolo assinado com a Universidade de Évora (UÉ) no âmbito de um projeto mais vasto e pioneiro, o LIFE LINES - Redes de Infraestruturas Lineares com Soluções Ecológicas -, coordenado pela academia alentejana e que envolve outros seis parceiros.

O protocolo entre a REN e a UÉ visa o “estudo e conservação de comunidades de animais debaixo das linhas de transporte de energia”, adiantou a empresa, realçando que a parceria permite criar “verdadeiras ‘ilhas de biodiversidade’ debaixo dos postes”.

 

Noticia completa: AQUI

 

Saiba mais sobre o projecto LIFE LINES no site do projecto: AQUI

Publicado em 31.10.2018